Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Quem está conectado ?
2 usuários online :: 0 Registrados, 0 Invisíveis e 2 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 138 em Ter Set 03, 2019 1:22 am

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Med-El, Medical-Electronics

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1Med-El, Medical-Electronics Empty Med-El, Medical-Electronics Ter Abr 29, 2008 6:17 pm

Alice

Alice
Admin
Admin
Med-El, Medical-Electronics 22_MEDEL_logo_oval_2005+-+web

Clique Aqui - Página Web da Med-El

http://ouvido-bionico.blogspot.com

2Med-El, Medical-Electronics Empty História da MED-EL Sex Abr 17, 2009 12:45 am

Marcedo


Olá a todos,

Gostaria de começar por vos apresentar a MED-EL Elektromedizinische Gerate Gesellshaft m. b. H, a empresa que tenho o orgulho de ser o responsável em Portugal.
A MED-EL é uma empresa fundada na Áustria por Ingeborg e Erwin Hochmair, dois investigadores universitários que criaram o seu primeiro implante coclear em 1975, em Viena, fruto da investigação científica que vinham fazendo de forma autónoma, em paralelo com outras universidades.
Ao longo deste tempo, foram sendo dados os passos necessários à evolução do implante, quer ao nível da investigação científica, quer ao nível de desenvolvimento de toda uma estrutura de produção. De 1975 até aos nossos dias, muitos têm sido os progressos tecnológicos, científicos e industriais que construíram aquilo que é hoje a MED-EL: uma empresa com mais de seiscentos trabalhadores espalhados um pouco por todo o mundo, com duas unidades de produção esterilizada em Innsbruck – Áustria e que tem milhares de pacientes implantados com os seus sistemas em mais de 80 países. A cada hora que passa, uma pessoa no mundo beneficia de um sistema de implante MED-EL.

Eis um breve resumo dos principais marcos da MED-EL, ordenados cronologicamente:

1975
Os fundadores Ingeborg e Erwin Hochmair desenvolvem na Áustria um implante coclear.

1977
Implantação do primeiro implante coclear híbrido multicanal do mundo, em Viena.

1989
Introdução do implante coclear COMFORT.

1990
A MED-EL contrata os primeiros colaboradores, iniciando o seu percurso empresarial.

1991
A MED-EL lança o primeiro processador retro-auricular do mundo, que viria a tornar-se o “standard” de toda a indústria de implantes auditivos.

1994
Introdução do COMBI 40, o primeiro implante coclear multicanal do mundo com altas taxas de estimulação.

1995
Introdução do sistema CIS LINK.

1996
Introdução do COMBI 40+, o mais fino implante coclear disponível na altura.

1997
Introdução do eléctrodo Split (GB) COMBI 40+, para casos de ossificação coclear.

1999
Lançamento do processador retro-auricular TEMPO+

2003 Aquisição da VIBRANT SOUNDBRIDGE – empresa que desenvolveu o primeiro dispositivo auditivo implantável no ouvido médio para perdas auditivas neuro-sensoriais de condução e mistas, de grau ligeiro a moderado.

2004
A MED-EL lança o implante coclear PULSARci 100 – com revestimento em cerâmica e uma nova plataforma electrónica.

2005
Introdução do processador de fala DUET EAS MED-EL, o primeiro sistema de audição do mundo que integra o processamento do implante colear e a amplificação acústica num único dispositivo compacto.

2006
É disponibilizada a família de processadores OPUS.
Introdução também do implante coclear SONATAti100, o mais compacto do mercado, com revestimento de titânio e silicone, e feixe de eléctrodos FLEX para todos os tipos de implantes da MED-EL.
Realizam-se em Portugal as primeiras cirurgias com implantes cocleares MED-EL, no Centro Hospitalar de Coimbra.

2007
Aprovação da indicação e uso do VIBRANT SOUNBRIDGE para perdas auditivas de condução e mistas na Europa.
Lançamento do sistema de baterias recarregáveis DaCapo.
Em Junho, a MED-EL abre a sua Sucursal em Portugal, com escritório em Coimbra, tornando-se na primeira empresa de implantes a ter uma representação directa no país, sem quaisquer intermediários.

2008
Aprovado o novo sistema de software MAESTRO 3.0 na Europa.
Os processadores de fala da família OPUS são agora compatíveis também com os utilizadores do implante COMBI 40+.

2009
2ª geração da estimulação eléctrico-acústica (EAS). Lançamento europeu do audio processador DUET 2.
É realizada, nos Hospitais da Universidade de Coimbra, a primeira cirurgia em Portugal de implante de ouvido médio, utilizando um Vibrant Soundbridge.

Espero que possam ter ficado a conhecer um bocadinho melhor a MED-EL e se necessitarem de mais informações podem sempre contactar-me ou visitar a página web www.medel.com.

Cumprimentos a todos,

Jorge Marcedo

3Med-El, Medical-Electronics Empty Re: Med-El, Medical-Electronics Sex Abr 17, 2009 4:44 pm

Alice

Alice
Admin
Admin
Jorge Marcedo

Agradeço a sua disponibilidade em colocar as novas tendências, foi bom conhecer a história da MED-EL, e ainda mais interessante como surpreendente é verificar que os avanços tecnológicos são cada vez mais.

Beijinhos
Memorex


_________________
A vida tirara-me um sentido, e mais tarde a tecnologia devolveu-ma graciosamente, de braços estendidos perante a possibilidade, bastou escolher e isso é bonito de se ver. Decifrar os sons, no corpo de adulta mas criança ao mesmo tempo. É magia. O deslumbramento de um novo renascer.
National Geographic Portugal.

Surda Profunda desde 18 meses de causa não determinada.
Implantada no Hospital dos Covões - Coimbra.
Dr.Fernando Rodrigues
Nucleus Freedom: 29/06/2007
Activação: 30/07/2007
PORTUGAL
http://ouvido-bionico.blogspot.com

4Med-El, Medical-Electronics Empty implante coclear/pintar o cabelo Qua Maio 20, 2009 9:18 pm

fernanda-soares


Boa noite Sr. Marcedo

Preciso de um esclarecimento e penso que o Sr. é a pessoa mais indicada uma vez que é o responsável pela Med-El, logo pelos implantes.

Bem, eu sou implantada há 9 meses, e já não sou propriamente uma jovem,e como tal tenho alguns indicios da idade,nomeadamente cabelos brancos. Como ainda não quero parecer uma "avózinha" procuro disfarçar os ditos com produtos de coloração na cabeleireira.

Só coloquei côr passado 1mês de implantada e durante os primeiros 3 - 4 meses nunca coloquei tinta na zona do implante - foi preciso muito cuidado mas foi conseguido.

Mas agora já uso em todo o couro cabeludo.

Minha Dúvida:

Será que a longo prazo estes produtos podem danificar os electrodos internos? pois deve haver sempre alguma absorção através do couro cabeludo.

Agradeço o seu esclarecimento.

Fernanda

http://ouvircomunicar.blogs.sapo.pt

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum